Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stylista

TODO O TERRENO

Nunca adorei capas de iPhone; 
comprei uma porque achei que sem ela o desgraçado 
ia durar 3 dias e no fim das contas quem durou 
menos que isso foi a capa.

Aguento um telefone cheio de riscos e dedadas de bebé
mas mal vestido é que NÃO!!!

(horror ao funcional inestético, horror)

Eis então que descobri estas capas da Gizmon.
COMPACTAS, RIJAS, ENORMES.

LINDAS.

Quero uma AGORA. Para encontrar mais facilmente o bicho nesta oversized nova
com um fundo a perder de vista, para poder ser atirado ao chão pelo M 
com mais vigor, para ter um acessório super divertido :)

À venda na Amazon e no site oficial.


E agora, preto ou branco?

OLÁ JANEIRO :)

Cá está ele! 
O mês dos novos começos, da organização, da vida mais saudável,
das agendas novinhas em folha - um género de primeiro dia de aulas - 
da vontade de fazer as coisas melhor e da enorme emoção que é esta
promessa de vida nova a chegar.

Começar no campo é óptimo no sentido em que não se pega num computador,
não se arruma uma camisola, não se vê televisão, não se faz NADA.

É o zero total para depois à chegada - agora - começar o corpo
com tremeliques com a quantidade de trabalho que se multiplicou,
com a quantidade de enchidos e açucar puro que se comeu e com a 
desorganização geral desta época das festas.

Maníaca de organização que sou, já só me apetece ligar o modo
administrativo e ficar 20 dias seguidos em arrumações, 
limpezas de tralha desnecessária, contas (IVAs, arquivos!) 
e trabalho furioso - que é TANTO.

Vamos lá ver se a voz dos saldos 
- que me deixa nervosa, longe ou perto, e está aí até Fevereiro! - 
não acaba com estas excelentes intenções.


A minha melhor aquisição (na imagem acima): a mala da Zara 
que já andava a namorar há uns tempos :)

Camisola-vestido (XL) lã e cachemira: Massimo Dutti
Collants: H&M
Botins: Zara TRF
Cinto, casaco e gorro: Zara

Vamos lá trabalhar então!!!!

Fazer de 2013 um ano cheio de negócios felizes e
contrariar a fundo a realidade das piores previsões.

Pág. 4/4