Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stylista

Abril...

 

 

Este é um Post para os homens - da rubrica J.Lisbon | O Alfaiate Lisboeta - mas eu resolvi roubar o protagonismo (não aguentei!). 

 

Há várias razões para se usar um casaco de chuva (raincoat); a minha - que não costumo andar muito à chuva - é que adoro o estilo e a construção desta peça. Gosto da pintarola, gosto da combinação de cores e gosto da protecção, claro, do frio e da chuva. Ontem por exemplo estive 10 minutos à chuva com este casaco - foi testado! - e senti que podia lá continuar sem sentir uma gota.

 

Acho que pode ser ainda mais pertinente para quem:

 

  • ande muito de mota,
  • ande muito a pé,
  • ande de transportes públicos,
  • viaje para passear em cidades onde chove muito (assim consegue continuar a passear sem ficar ensopado),
  • passe tempo em sítios com neve,
  • não goste de guarda-chuvas,
  • não goste que a chuva seja um impedimento para andar na rua.

 

O verdadeiro propósito de um casaco de chuva (a sério) como este, é só esse: água não entra. O estilo minimalisma super cool é um plus.

 

 

 

A surpresa, é que a marca - chamada CAIÁGUA - é 100% nacional.

 

Gosto do pormenor do bolso interior - para guardar o que for preciso - e dos bolsos com aberturas laterais para podermos aquecer as mãos (ou só para o estilo! ahaha!). Gosto da possibilidade de apertar os punhos - porque sou miúda (desculpem, mulher) - e adoro as várias combinações de cores.

 

 

Vejam aqui algumas opções mais discretas - eu sei que nem toda a gente se atira para um amarelo (que eu acho lindo!) - e saibam também que, além destas cores também há CAIÀGUA's nas cores cor-de-laranja e, azul com capuz amarelo.

 

 

E agora só vos digo mais isto:

Abril,

águas mil.

 

Raincoats unissexo no

J. Lisbon

 

 

 

 

Instagram @stylista_mg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

noivas 2016, estão por aí?

 

 

Vem aí mais uma Conscious Collection da H&M - colecção feita a partir de materiais sustentáveis - e há 3 modelos de noiva (ou não!) lindos, feitos de seda orgânica e renda também desenvolvida a partir de algodão orgânico.

 

Se eu me casasse este ano e andasse à procura de um vestido mais boémio era definitivamente para aqui que ia!

 

Escolhi mostrar-vos dois vestidos na imagem em cima - o 3º está nas imagens em baixo - e juntei um conjunto saia e top que pode funcionar lindamente num casamento civil, ou um registo cocktail simples e descontraído.

 

A colecção é uma homenagem ao Musée des Arts Decoratifs e a três séculos de alta costura. A H&M inspirou-se precisamente nos arquivos dos últimos 300 anos do Museu e patrocina também a exposição (presente no mesmo local) institulada Fashion Forward - 300 years of Fashion.

 

 

 

A exposição começa no dia 7 de Abril,

dia em que também é lançada a colecção!

 

 

Eu esta semana vou ao Showroom conhece-la e claro,

mostro-vos tudo!

 

(a ver se é desta que me meto no Snapchat!)

 

 

top 69,99€ • saia 149€ • vestido comprido de renda 349€

vestido armado 349€ • vestido comprido fluído bordado com pedrarias 499€

 

 

 

Instagram @stylista_mg