Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stylista

Kenzo X H&M

 

 

 

Quando a H&M anunciou a sua colaboração para este ano pensei: pronto, esta não é para mim. Apesar de gostar de Kenzo (tenho uma clutch que me farto de usar e um colar da marca) achei que esta colecção não ia resultar de forma tão aspiracional. O excesso de cor e de estampados, aliado a uma produção em materiais mais baratos tinha tudo para ser anti-desejo. Afinal enganei-me; a explosão de cor existe mas está muito bem trabalhada, há uma série de peças em materiais nobres (muita seda!), o calçado é mesmo em pele, há silhuetas que - apesar de não serem a minha cara - têm uma construção muito interessante (gosto da ideia deste casaco) e a comunicação está, a meu ver, brilhante. 

 

Já vi as entrevistas (focadas em questões mundanas e não na roupa) - que adorei - e  acho que a H&M conseguiu dar frescura a uma fórmula que já tem mais de 10 anos (a primeira colaboração foi com o pioneiro Karl Lagerfeld em 2004) e conseguiu - comigo pelo menos - tirar-me do 'isto não é para mim' para 'deixa-me lá ver isto melhor'.

 

O mood está alinhado com a tendência de street style actual - fun, fun, fun! - e, ainda que algumas roupas sejam menos usáveis, reconheço um enorme trabalho de criatividade - na roupa e na campanha - nesta colaboração. Aliás, vejo um processo mais disruptivo e original nesta colaboração do que noutras que se limitaram a reproduzir as peças mais representativas de cada marca. 

 

 

Se tiverem curiosidade para ver o que vai estar na loja do Chiado

e online no dia 3 de Novembro,

podem ver tudo - mesmo TUDO - aqui.

 

 

O que me dizem?!