Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Stylista

no Banco CTT

 

 

Antes que alguem tenha um piripaque com a quantidade de branding neste Post eu entrego já o conteúdo: este não é um Post patrocinado, este é um Post de agradecimento!

 

 

 

Obrigada Banco CTT pelo que,

dentro do Winter Market Stylista,

chamámos de 'o Milagre do Natal'! 

 

 

Organizar mercados é TRA-MA-DO mas tudo vale a pena quando marcas e visitas ficam felizes! Uns com as vendas e os últimos, com as compras e/ou a experiência de passeio.

 

Para facilitar a vida a ambos é importante ter equipamentos ATM (as máquinas Multibanco que são tão convenientes!), mesmo que a maior parte das marcas tenha terminais automáticos de pagamento com cartão, e mesmo que se acabe por não fazer compras. É um conforto. É uma segurança (saber que está ali se for preciso levantar 10€ para comer qualquer coisa). É super importante. É super conveniente. E é super difícil. 

 

Se pensarem bem são raros os eventos que conseguem ter estes equipamentos no seu interior; esta presença é caríssima e o processo é complexo, burocrático e pesado.

 

Quando o Banco CTT recebeu o nosso contacto e em dois dias conseguiu a proeza de instalar dois equipamentos ATM no Winter Market com a maior vontade e flexibilidade (apesar de todos os constrangimento que este processo implica) por reconhecer valor nesta concentração de pequenos comerciantes, a incredulidade e gratitude em todo o WMS foi geral!

 

 

Foi o nosso Milagre de Natal!

 

 

 

Fiquei fascinada com a agilidade - as estruturas grandes geralmente não pensam nem actuam da mesma forma que nós, os pequenos e independentes - e, depois do Winter Market quis ir conhecer melhor o Banco CTT.

 

Fui à sucursal do Parque das Nações - tão gira! - e percebi logo que este Banco é a minha cara. É tudo simples, a informação é transparente e objectiva, não há informação escondida em letrinhas pequeninas, não há aquela conversa 'de Banco' que para mim é chinês (sou péssima em Bancos) e o processo de abertura de conta é muito rápido (e moderno! Assinar 'papeis' num iPad?... uau!). Por último mas definitivamente não menos importante :) não há custos com manutenção de conta, nem com a anuidade do cartão, nem com transferências.

 

Por isto - e para pressionar o meu marido - decidi abrir uma conta Lua de Mel! (Dá para acreditar?! Casada há dois anos e ainda não fui de Lua de Mel?!) Estamos sempre a mil com trabalho e o nascimento dos nossos filhos fez com que houvesse um enorme - e natural - recuo nesta história das viagens grandes que tanto adoramos. 

 

Agora que já estão mais crescidos e para que o momento não se perca, aproveitei a facilidade de abertura de conta no Banco CTT para criar esta que é JÁ a minha conta preferida :)

 

 

 

O cartão novo deve estar a chegar e agora é só começar a

contribuir para que esta viagem ganhe forma de uma vez por todas!

 

 

 

Obrigada Banco CTT

pela magia.

 

 

 

 

 

calças e casaco já antigos Uterqueclutch antiga Sergio Rossi

ténis com monograma Mint & Rose • camisola encarnada Uterque

anéis Carolina Curado • relógio MG X Eletta

 

 

 

 

Fotografia

Gonçalo M Catarino | KAEOT